É o descompasso do meu ser

que me compassa

Meu sussurro gritado ao léu

é o que me sustenta

.

É a fuga que me refugia

Da falta do que se ausenta

do querer que se isenta

do não-ser como consequência

.

Desta morte na ausência que me carrega

é o caos que me impulsiona

E no arremedo, caio e me despedaço inteira

Anúncios