tanta dor que chega a ser indolor
Ironia do destino é falta de destreza
Só amputar velhas raízes
Remover, modificar, reformular
Reciclar
O ser é o mesmo
Mas as idéias são novas
apesar de as dores serem as mesmas
não quero parecer coerente
Eu não sou…
Só me deixa quieta
pensando nos pecados de olhos e dedos
e vozes e cores
tudo fede
escória em demasia e eu danço nesse ferro-velho
Porque vivo o agora
Que se dane o resto
Que se danem os outros
Me desprendam de socialidades
Eu não sou social
Só mais um passo
E eu me liberto
Só mais um
Porque eu sou.

Anúncios