And if nothing else, that minuscle mosquito-whine of a sound has proved to myself that I’m alive, that I’m not just a spirit lingering inside the clay effigy of my own dead body
Stephen King

O universo não é para mim. Um dia a gente cansa de ser sozinho. Até que eu fui bem forte, demorei a me cansar, 21 anos é um tempo bem razoável. Eu cansei. Tô jogando a toalha. Enjoei dessa brincadeira idiota. Estou esgotada de ser um John Coffey que, ao apagar das luzes, se resume aos suspiros que escondem abundantes lágrimas. Estou exaurida por desperdiçar meu entusiasmo com criaturas que nunca me darão como retorno metade do que dei de mim. Amizade e utopia caminham abraçadas e laços sangüíneos não amarram nem meus tênis, sequer unem meus lábios. As pessoas que se julgam mais próximas, são as que menos conhecem o meu interior.
Não. Não quero colo. Podes estar certo disso.
Me deixa chorar mais um pouco.
Calculemos a hora do nosso adeus.”

Anúncios